sexta-feira, 29 de junho de 2012

Pequenas Poesias

Neste instante eu desejo
os seus beijos
os mesmos que me fazem voltar
sinto meu novo desejo
de me juntar nos teus sonhos
e nos deixar repousar...

Danilo Pinoti




Pequenas Poesias

Daqui de dentro de mim
semeando tempestades
buscando inúmeras razões
pra o incerto ter sentido
um cheiro de antiga vitória
do laço de eterna saudade
não penso em nada além
do que outrora me sugava
a alma sem falsas pretensões
os pés descalços pisando em vidros
sangrando o entardecer mal resolvido
de tão poucas horas em vão
volto ao meu eu, e fora de mim
me convenço que o resto
tem som sofrido de música sem fim...

Danilo Pinoti



sábado, 16 de junho de 2012

Pequenas Poesias

O que o amor desperta
transforma o sentimento,
ilude o que é abstrato
e alimenta o irreal
sentimento de medo constante
misturado com ansiedade
um sorriso desbravante
um olhar que tudo invade
o que o amor desperta
tem a ver com desejo e intensão
pele, alma, desejo e tesão
e o que de longe era apenas sonho
hoje é mais que eu imaginei
é quando um livro se fecha
e abre um que eu nunca esperei...

Danilo Pinoti