quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Pequenas Poesias

O meu medo é inconstante
mas não sobrepõem meus sentidos
me escondo e me perco
nos becos do vilarejo
nas bocas das mentes sujas
no cio da minha vontade
sem amor o corpo condena
joga a alma a deus dará
me transforma em coisa pequena
e me devora sem pensar...

Danilo Pinoti

Um comentário: