quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Pequenas Poesias

O meu medo é inconstante
mas não sobrepõem meus sentidos
me escondo e me perco
nos becos do vilarejo
nas bocas das mentes sujas
no cio da minha vontade
sem amor o corpo condena
joga a alma a deus dará
me transforma em coisa pequena
e me devora sem pensar...

Danilo Pinoti

terça-feira, 20 de setembro de 2011

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Pequenas Poesias

No gole seco
seco de doer os dentes
dentes de morder a carne
carne que alimenta a fome
fome que invade o corpo
corpo que devora o tempo
tempo que consome tudo
tudo que hoje resta pouco
pouco que agora é verdade...

Danilo Pinoti

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Pensamentos Vagos

Nem todo mundo que vem do passado, significa que tem coisa pra limpar...

Danilo Pinoti

Pensamentos Vagos

O início de cada momento é uma chuva de inquietações, mas acreditar na sua capacidade é o que te faz ir em frente...

Danilo Pinoti