sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Pequenas Poesias

O arco que cruza a cidade
fez-se luz meu anoitecer
a lembrança que hoje se tarda
sem poemas de sol pra acender
loucos versos
poemas perdidos
ir e vir com seu jeito de ser
uma história que sai da gaveta
te devora e se entrega ao prazer
sou criança ainda que perdida
que olha o céu com tamanha emoção
sou poeta da sala escondida
sou seresta bailando o sertão...

Danilo Pinoti






segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Pequenas Poesias

Pele, toque, inumeras sensações
sabor nunca descrito
som que só o coração provoca
é assim que o corpo responde
é assim que a alma respira
somos um na verdade
sem ser mais
sem ser só
somente vida...

Danilo Pinoti




















domingo, 14 de agosto de 2011

momentos...


Pequenas Poesias

O destino são todos os dias
nos pés dos meninos
cédulas de comunhão
silêncio das noites tranqüilas
os sonhos de agora
não tem confusão
tijolo a tijolo ergue o espaço
e acolhe entre os braços
um abraço ou um arpão
e hoje no espaço perdido
Um sorriso, um sentido
Um eu com você...

Danilo Pinoti

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Pequenas Poesias

Longe de você
o tempo faz sentido
falta tudo em mim
e o sonho é pesadelo
sou você assim
figura além do meu espelho
faço desse o meu momento
e te transformo em Sol
que brilha ao longe
e traz o vento
o cheiro e um sentimento...

Danilo Pinoti