segunda-feira, 11 de julho de 2011

Pequenas Poesias

Me perco na sua presença
perco o medo de me apaixonar
me reforço e me torno um guerreiro
luto contra quem quer me deixar
sou poeta da velha marinha
do sereno da beira do mar
suas frases me levam a deriva
te encontro e me deixo levar
antes fosse a singela cantiga
do menino que gosta de ousar
tamanha a minha vontade
que te sinto sem antes pensar
velha estrada de terra batida
que passa descalça e permite me usar
quem sou eu que não tenho esperança
nesse mundo que falta lugar…

Danilo Pinoti

Nenhum comentário:

Postar um comentário