sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Pequenas Poesias

Água, agonia
o medo da chuva
um dia sem sol
Água, alegria
na seca da lida
um rio sem anzol
Água, magia
que brota da vida
nas ondas do mar
Água, vazia
de noite ou de dia
se encontra o lugar...

Danilo Pinoti

5 comentários:

  1. Simples e bonito!
    Me lembra Sampa e as inundações...

    ResponderExcluir
  2. Olá, Danilo.
    São as águas e somente elas, que são capazes de unir um corrego ao Mar. O Amor, ao Acalanto
    Parabens pela postagem.
    Virei sempre aqui
    Passei aqui lendo o que tem pra ler. E observando o que tem para observar. E Exaltando o que tem de ser Exaltado. Estou lhe desejando um Tempo de Harmonia e de muita Inspiração. Entendo ter um blogue Agradavel, muito bom e Interessante. Eu, também tenho um. Muito Simplório por sinal. E estou lhe Convidando a Visitá-lo e, mais. Se possivel Seguirmos juntos por eles. Estarei Muito Grato esperando por Você lá.
    Abraços de verdade e, fique com DEUS

    ResponderExcluir
  3. Ne essa poesia e linda muitu linda cara eu amei essa poesia...

    ResponderExcluir