quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Pensamentos Vagos

O início deveria ser eterno...

 Danilo Pinoti

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Pequenas Poesias

Longe do tempo do bem
o filho retorna pra quem?
os carros se tornam inúteis
e as facas não cortam os dentes
acho que não sou mais o sonho
que você derramou
ando sozinho e sempre sorrindo
não fecho os olhos para o que
quero ver
embarco nas velas do forte
e o mar se torna pequeno
na imensidão do meu desejo
do medo que não sei contar
dos versos que se pode errar
fez-se o mundo em meu lençol
e entrego a ti o meu lugar...

Danilo Pinoti

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Pequenas Poesias

Agora que não ama mais
segue e deixe o que restou em paz
sorriso falso é amarelo
ainda mais o que se vê no olhar
gosto azedo nunca foi prazer
muito além do que se pensa ver
acorda e olha o que não volta mais
um pesadelo que a verdade trás...

Danilo Pinoti

Pensamentos Vagos

Meus versos são intensos,como flores brotando em terra pisada... Danilo Pinoti

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Pequenas Poesias

Apague a luz
consigo ver o
que eu mais quero
além de olhar
do seu mistério
um sorriso
um tom mais sério
acenda agora
o meu mundo
adiantou a hora
e eu nem consigo
andar lá fora
sem estar aqui...

Danilo Pinoti

Pequenas Poesias

Escolha feita
homem não volta atrás
apesar dos pecados
somos todos perdoáveis
feliz sou sempre
se sou eu
mais um e nada de conversa
faz pose  e se torna real
enlouquece e se entrega
ao meu mal
peca comigo e sente o meu gosto
lava meu corpo
e me acorde no altar
do seu mundo...

Danilo Pinoti

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Pensamentos Vagos

"Os sonhos devem ser encarados com seriedade"

Danilo Pinoti

Pequenas Poesias

O coração parece querer sair do peito
o toque se transforma em fantasia
amanhã talvez estará estampada
em todos os jornais de Paris quem sabe?
singela emoção da dança daquela música de capela
a lagrima encontra o olhar e escorre em prantos
na pele suada pelo prazer do momento
e do beijo que o tempo não tirou o gosto
São desses encontros que se entrega ao abismo
e permite amar...

Danilo Pinoti