domingo, 22 de agosto de 2010

Solidão Necessária

O que falta acontecer agora?
Meus sentimentos estão todos virando pó
Minhas lembranças estão se anulando em minha cabeça
O ralo levou a água que lavou meu corpo
E com ela tudo se foi
Medos... Desejos... Nada restou
O desgaste da mente incomoda e provoca calafrios
Os pensamentos são apenas palavras soltas
Fumaça que sai das poucas cinzas que restaram
O fim é contraditório
Minutos que podem mudar o destino
A cena se repete e o menino volta ao circo
E refaz seus argumentos
No fundo deste poço existem milhares de pedras
E nelas contém o segredo que revela seus medos
É a solidão necessária que me engole aos pedaços
E me transforma em fragmentos de recordações
Becos de enorme ilusão
Em Poeta... Em amigo... Em lição...

Danilo Pinoti

6 comentários:

  1. Muito profunda e tocante sua poesia...
    belas e expressivas palavras!

    ResponderExcluir
  2. Que lindo isso...
    Parece descrever um poeta em processo de criação.. E ao mesmo tempo, parece descrever a vida..
    Muito bonito mesmo...
    Parabéns pelo blog, suas poesias são incríveis..

    ResponderExcluir
  3. E me transforma em fragmentos de recordações
    Becos de enorme ilusão
    Em Poeta... Em amigo... Em lição...


    Uau ...Uau uau

    ResponderExcluir
  4. tu és inspiração
    Amando ler teus posts....

    ResponderExcluir