sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Pequenas Poesias

Estou cheio das cédulas e comprimidos
que vazam dos cofres públicos
mentiras escandalosas
do berço da bondade
da falta de caridade
dos fracos e oprimidos
dos gritos em noites sem luar
do amor que ignora a solidão
do frio da alma
da falta de calma
da alegria que a palma da mão produz
do sentido de andar sempre na direção da luz...

Danilo Pinoti

Um comentário:

  1. Maravilhoso!Disse tudo em poucas palavras, qunado li, não sei bem pq, lembrei de algumas palavras de um texto chamado recomeços...
    " Cansei de está tão distante das estrelas, cansei de ficar só coomtempalndo a magnitude da lua. Agora eu quero toca - las, estou reaprendendo a sonhar.Cansei de viver embaixo de uma capa, cansei de ser protegido por uma armadura feita de remendos. Agora eu tenho um novo escudo; enfrento riscos pulo meus muros."

    ResponderExcluir