quinta-feira, 8 de julho de 2010

Pequenas Poesias

O amor que surpreende o acaso
nos laços de enfeitar cetim
nos becos de paixões ingratas
o início se transforma em fim
nas casas de papel de pão
lembranças e outras frustrações
fumaça feita de colírios
metade de uma assombração
nos livros que a semente brota
navalha que não corta o fio
nos beijos que o sabor não mata
desejo é o pouco que se viu...

Danilo Pinoti

Nenhum comentário:

Postar um comentário