quinta-feira, 29 de julho de 2010

Madrugada Poética

Noite dentro do meu peito
Lua que morreu de inveja
Bela que fera eu fui
Soando aos ventos poemas
Um tanto sem sentido
Dias depois do outro
Pastos de nuvens claras
Sem previsão coração desacelera
Pronto o caminho pra  outra vida que te espera...

4 comentários:

  1. Nossa. Eu curto muito sua poesia. parabéns.

    www.nagai.pro.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Danilo, adorei as poesias que li. Não consegui ver todas, mas das poucas que li, pude perceber que você tem um lado super poético que eu curto para caramba. Também tenho um blog e escrevo de forma poética, quando puder visita.
    Soube do seu no twitter do Marco Luque.
    Parabéns viu.
    meu blog: http://publicandopaks.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. gostei muito desse. parabéns. www.nagai.pro.br

    ResponderExcluir