quarta-feira, 3 de fevereiro de 2010

Pequenas Poesias

Perto aonde o corpo habita
curvas virtuais
sempre perco o sono
e não acordo mais
silêncio seco
sorriso sigiloso
lábios de quem quer
se beijar
outros que se fazem presente
ambos que não podem tocar
coração alterna a frequência
outros contos eu tento contar
abre as asas
e entrego o desejo
sob olhares
que se faz enxergar...

Danilo Pinoti

Um comentário:

  1. parace a descrição de um acontecimento dessa semana *---* muito lindo mesmo, parabéns *-*

    ResponderExcluir