quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Pequenas Poesias

Sono que me leva
aos pensamentos mais intensos
letras que me ensinam
verbos que tropeçam
nas palavras sujas
mantas que me aquecem
frio, suor e flor
bocas que molham a face
sombras que escondem versos
livros que escrevo aos montes
contos que no ouvido ecoa
lirios e baldes de água
calos que fabricam vida
é o pouco do que me resta
do muito que eu conheci...

Danilo pinoti

Pequenas Poesias

Nada que papéis
não seja parte desta história
maquinas perdidas
e dedos entrelaçados
sonho que me fez coragem
dias que me da sabor
o sol que entorta
a terra e o céu
e o sim de quem ainda não me amou...

Danilo Pinoti

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

sexta-feira, 8 de janeiro de 2010


Marco Luque e Guilherme Uzeda, queridos amigos e parceiros na festa de lançamento do Livro Pequenas Poesias

Meu Livro!!!!!


Pequenas Poesias

Ar seco da nó na garganta
sopra o vento no rosto
e lambe seus lábios
tem um que tem pressa
e tem quem não senta pra ouvir
não da alívio e sufoca os sentidos
mas depois da tempestade
sempre vem algo novo
e brilha de uma forma diferente
mas um brilho intenso...

Pequenas Poesias

Perto do samba se fez mocidade
naquela avenida que nunca tem fim
nesta cidade que enlouquece o silêncio
e desfila suas fantasias
amanhece alegria
e abre as portas para o sorriso
com a cor brilhante do corpo
que desfila nu
sob os olhos vibrantes
e luzes incandescentes...