segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Pequenas Poesias

Pelo simples pecado
pelo ato não feito
pela culpa incompleta
pelo nada agradável
outras horas se passam
algo novo absorve
e o sentido molesta
o corpo que não se move
o acaso é perfeito
e os sonhos sempre intensos
a rosa que transborda o perfume
que esconde os espinhos
e amortece a dor das lembranças...

Pequenas Poesias

Quando as almas se tocam
foge o sentido
sopro ao ouvido
loucos de amor
minutos intensos
ao som da canção
e os dias que se seguem
se transformam em um só
pobres, loucos e apaixonados
livres, soltos e aprisionados....