quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Pequenas Poesias

Hoje talvez nem se lembre dos seus olhos
falta coragem pra olhar para o outro lado
simples como a flor que brota no meio do nada
cego como a força que nos carrega pra longe
preso nas marginais que desembocam o caos
livre e solto caindo em seus braços nus
loucos de tanto andar com pés descalços
molhados de suor e chuva forte
temperos e sobremesas
e outras lembranças vagas...

Danilo Pinoti

Um comentário:

  1. Que bonito...Vc escreve muito bem.Adorei!!Ganhou mais uma leitora =)
    um beijo,
    Dani Z.

    ResponderExcluir