quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Pequenas Poesias

Perto da casa simples
dentro de um mundo novo
alguém ao meu lado
em silêncio continuo
descobertas surpreendentes
pessoas que a tempos não via
momentos de festa e comemorações
seguindo sozinho um corredor aberto
encontrando pessoas perdidas
acolhendo sempre alguém que chora
pessoas bonitas e pessoas escondidas
ouvindo sempre pra não olhar para trás
e seguir em frente passando por cima dos desafios
no final uma porta se fechando e a escolha sem muito tempo
do lado de lá da decisão, alguém especial me espera
com notícias que soam tristes quando lidas, mas quando interpretadas
abre nossos olhos e nos apresenta
uma nova vida ganhando vida...



Danilo Pinoti

Pequenas Poesias

Momentos perfeitos
olhares trocados
uma imensa sensação de euforia
o toque nos transforma em um só
os rostos inundados nos permite
ver a alma alheia
a intimidade invadindo nossos olhos
e o desejo nos queimando o corpo inteiro
quando sentimos ta sensação
as energias pairam em volta da cama quente
e o suor tem sabor de segredos dividido entre
dois corpos e paredes manchadas de nós dois....

Danilo Pinoti

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Pequenas Poesias

O que vai dentro do coração
quero viver um amor sem sofrimento
quero entender os seus olhos
e viajar nos seus braços
pequeno pedaço de tempo
o relógio para e volto a dormir do seu lado
sem mentiras, sem fantasia
quero me perder nos teus instantes
espero o que for preciso
o tempo não é o problema e sim um surto
que a calma nos permite alcançar...

Danilo Pinoti

Pequenas Poesias

Sentindo a presença que me faz falta
suprindo o sorriso dos nossos momentos
tentando buscar o instante que o fim
deu as caras
atrás das lembranças perdidas
no meio do caminho
suave são seus passos
que invadem meu quarto
e na loucura do momento
o mundo La fora se transforma em silêncio...

Danilo Pinoti

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Pequenas Poesias

Meus pensamentos são vagos
perdidos em pequenas poesias
em frases sem sentido
em versos sem rima
escrevo em blocos de papel
dias de sofrimento
alegrias e sentimentos
momentos que passam mais rápido
quero envelhecer de olhos abertos
poucos serão muitos e todos serão certos...

Danilo Pinoti

Pequenas Poesias

Passando perto do céu
acima das nuvens carregadas
sentindo a suave brisa
que não permite um sopro
voando alto sem sair do chão
vivendo amores e conhecendo o mundo
sorrindo quando quiser
chorando quando convém
das noites perdidas sem sono
encontros marcados e desencontros perdidos
lua em noite de singelo sentimento
cada caso em forte sentido
cada qual perdido em frases e pensamentos...

Danilo Pinoti

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Pequenas Poesias

Como é o amor
uma gota de chuva
na imensidão do mar
uma lágrima que cai sobre
o rosto triste de um anjo solitário
não posso entender
qual o motivo do seu pranto
se os anjos não choram
quem te fez tal ofensa?
vocês amam cada ser
cada pedaço do espaço
o céu o amor
é o sentimento urgente
de todo ser humano
seu rosto transmite paz
seus olhos brilham feito estrelas
e os dias passam serenos
anjos de cada um
sinos que tocam festa...

Danilo Pinoti

Pensamentos Vagos

O acaso é o universo do sentimento.

Danilo Pinoti

Pequenas Poesias

Arde sol
na pele seca e frágil
deixe as portas abertas
para que eu consiga entrar
transforme o que te faz feliz
e some o incerto
por perto passa a sorte sem solidão
feche os olhos da alma
abra um pequeno livro e sinta
o momento da escrita
perca o medo das palavras
sinta o gosto do ar se transformando
em vendaval
pobre coração que não cabe amor
livre somos até surgir novas conquistas...

Danilo Pinoti

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Pequenas Poesias

Perto do rio escuro
dentro do por do sol
bela paisagem e som de poesia
voltas em circulo, dia quente
no meio do nada os pensamentos correm
beijos no fundo das águas
silêncio de olhos atentos
caso complicado, sonhos resolvidos
papeis escritos com  tinta derretida
certos os meus olhares sobre os seus pedidos...

Danilo Pinoti

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Pequenas Poesias

A praia está deserta
o silêncio é contínuo
só o som das ondas
que chegam a beira mar
e levam meus pensamentos
todo dia sugere uma canção
cada dia é um passo para o amanhã
acordo com o barulho das ondas
será que vieram me buscar
olho para o alto e vejo
as nuvens tão fórmicas
de um jeito simples e lindo
o sol me cega
mas me deixa ver além
em um lugar desses
quem não se entrega ao suspiro
e ao desejo.

Danilo Pinoti

Pequenas Poesias

Encantado com seus olhos
buscando encontrar seu sorriso
perdido nos passos que te conduzia
tentando buscar o suor tímido
e o som do estômago que tremia o corpo todo
me trazendo para outros tempos
encontrando em ti as palavras sussurradas em fortes estrofes
como pequenas poesias de amor...

Danilo Pinoti