quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Pequenas Poesias

Não quero que o céu feche do nada
e esconda o sol forte que nos cega
não prende o caos do meio termo
que surge no sentido horário
as fortes rajadas de som
que cruza nossos corpos sem sentido
e sempre parece tão sério, quando falamos
sozinhos
quero entender e escalar as paredes da minha
ignorância para saber o que o outro lado mostra
de bom
o som é forte e tem cor
e nossos ouvidos são filtros que quase sempre
só ouve o que quer...

Danilo Pinoti

3 comentários:

  1. APAIXONADA POR SUA PALAVRAS .... COMO JÁ DISSE , VC ESCREVE MTO BEM !!! PARABÉNS

    ResponderExcluir
  2. Caramba!!disse tudo!!
    tenho que visitar mais esse blog, você escreve muito bem! Parabéns!
    beijos!

    ResponderExcluir
  3. Suas poesias são ótimas!
    Parabéns :)

    ResponderExcluir